Monthly Archives: Maio 2012

Bombeiros resgatam gato entalado em motor de carro em Rio Verde, GO

Amigos e Amigas,

Seque a noticia e também um alerta…

Caso o seu peludo não esteja habituado a dormir dentro de casa, tome cuidado decobrado.
Durante o inverno os peludos, principalmente os gatos procuram se aquecer no motor do carro. Antes de usar o seu veículo, faça uma simples conferência, ou até mesmo faça barulho no capô para dar sinal e oportunidade que o peludo saia do local, desta forma você evita que seu animal acabe se machucando.

Motorista percebeu perda de potência e descobriu felino no interior da peça.

Filhote foi resgatado com vida e levado para clínica veterinária da cidade.

Do G1 GO

Gato entalado Goiás (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)Gato fica entalado em motor de carro em Goiás (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Um filhote de gato de aproximadamente 2 meses foi resgatado após ficar entalado dentro de uma peça de motor de veículo em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, na segunda-feira (28).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista relatou que após verificar perda de potência do motor de seu carro, percebeu que havia um gato no interior do tubo de ar do motor. Ele foi até uma oficina mecânica onde tentaram retirar o animal, mas não conseguiram.

Para ele, o animal entrou no motor para se aquecer do frio e só não morreu porque tinha um filtro que impedia que o felino fosse completamente sugado: "Ele estava com frio e procurou se aquecer, mas por sorte existia essa peça que não deixou que ele entrasse totalmente."

A peça foi removida e o motorista observou que o animal ainda estava com vida. O gato foi levado para o Batalhão dos Bombeiros na cidade para que fosse removido com segurança. "Em cinco minutos nós conseguimos retirar o gatinho utilizando uma segueta", conta o subcomandante Clodoaldo Donadon Pereira.

Segundo o subcomandante, o felino foi resgatado com vida e levado para uma clínica veterinária da cidade onde passou por cirurgia no intestino e está em fase de recuperação. Posteriormente, ele deverá ser encaminhado ao Centro de Zoonoses da cidade.

Gato entalado Goiás 2 (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)Filhote foi resgatado com vida e levado para clínica veterinária (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Fonte:

http://g1.globo.com/goias/noticia/2012/05/bombeiros-resgatam-gato-entalado-em-motor-de-carro-em-rio-verde-go.html

Anúncios
Categories: Gatos | Deixe um comentário

A saúde dos gatos

Veja mais sobre A saúde dos gatos no MediaRoll.

Resumo: Os gatos são independentes, e isso vem de sua natureza animal. Mas, da mesma forma que outros animais domésticos, os gatos precisam de cuidados e muito carinho.

Na hora de alimentar o seu bichinho, atente-se ao fato doalimento ser balanceado para atender todas as necessidades daalimentação do seu gato.

Atualmente, existem no mercado alimentos especialmente feitos para o gato. A água é um item que deve estar sempre presente na dieta do seu animal.

Os gatos, na maioria das vezes, sabem das suas necessidades quanto a sua alimentação. Mas, não coloque muita ração em seu pratinho, siga as instruções nas embalagens do produto.

Gatos adoram leite, apesar de alguns apresentar dificuldades de digestão. Se o seu gatinho tiver diarréia com o consumo de leite, diminua a quantidade ou elimine-o totalmente de sua dieta.

E como as cachorros, os gatos também precisam ser vacinados. A vacina defende o gato de muitas doenças. Procure o seuveterinário, que lhe indicará as vacinas conforme as doenças mais comuns na região.

E a higiene do seu animalzinho também é um item importante. Arrume um lugar para que seu gato faça as necessidades e possa se alimentar. Os gatos costumam ser muito limpos, mas, se achar melhor, dê um banho neles.

Ter um bichinho de estimação é uma delícia. Mas, os seu companheiro precisa de cuidados e todo o carinho possível!

http://www.opinado.com.br/post/549904/a-saude-dos-gatos.html

Categories: Gatos | Deixe um comentário

O gato esterilizado e o risco da obesidade

gato gordo obeso petrede O gato esterilizado e o risco da obesidade

A esterilização dos gatos é uma prática muito comum. Ela permite evitar, além da reprodução, os incovenientes ligados ao comportamento sexual: as vocalizações na fêmea e a demarcação de território por meio de substâncias odoríferas no macho.

Os gatos castrados ficam mais calmos, saem menos de casa e vivem em média duas vezes mais do que os gatos não-castrados.

No entanto, tanto nos machos como nas fêmeas, a castração tem duas consequências: a necessidade energética básica diminui e o consumo voluntário aumenta 26% nos machos e 18% nas fêmeas.

O corolário é um aumento médio de peso de 26% nos gatos alimentados à vontade após a castração.

Este aumento de peso, que leva finalmente à instalação da obesidade comprovada, está diretamente relacionado com o teor de gordura do alimento. A obesidade tem muitas consequências prejudiciais para a saúde, uma vez que ela multiplica por quatro os riscos de aparecimento de diabetes, por três o de claudicação e por dois o de infecções cutâneas não alérgicas.

Em função do risco da obesidade e do aumento da esperança de vida nos gatos castrados, em longo prazo a castração apresenta outras consequências, tais como o aparecimento de cálculos urinários. Portanto, o ato cirúrgico de esterilização deve ser acompanhado por uma adaptação nutricional. O gato esterilizado deverá receber um alimento com um teor de gorduras limitado em cerca de 10% e uma quantidade de alimentos controlada, de modo a diminuir a ingestão, evitando o consumo exagerado.

Além do mais, a alimentação pode ser oferecida desde as semanas precedentes à esterilização, de modo a preparar o animal, evitando acrescentar o estresse da cirurgia ou de uma mudança de alimentação, que é, portanto, indispensável para diminuir o risco de obesidade.

Bom, o assunto é muito interessante e a nossa dica é sempre a mesma. Procure o médico veterinário para tirar todas as suas dúvidas.

Na próxima edição vamos falar mais sobre nossos amigos cães e gatos. Até lá.

Fonte: Royal Canin
Imagem: Ilustração/Divulgação/Reprodução
http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/o-gato-esterilizado-e-o-risco-da-obesidade/#.T7-sx9xPtBo
Categories: Gatos | Deixe um comentário

Todo gato devia ter um cachorro

Every cat should have a dog

Categories: Gatos | Deixe um comentário

MATERNIDADE FELINA PORQUE EVITAR

Nesta semana de dia das mães várias foram as fotos de mamães animais com seus filhotes e frases cheias de doçura.

No entanto, acho que as pessoas esqueceram que cada um desses filhotes que chegam ao mundo também podem estar fadados a um futuro infeliz, já que não existe lugar para todos.

3kitties-with-mom-cats-3893875-1152-864.jpg
a realidade não é tão bonita assim

Então, vamos falar de todo o processo de maternidade para as gatas e tentar fazer com que as pessoas entendam que não passa de um comportamento instintivo de perpetuação da especie.

1- ACASALAMENTO

Ao contrário da crença popular, o acasalamento dos gatos nada tem de prazeroso.
O pênis do gato possui pequenas espiculas – espinhos – que machucam a fêmea.
Durante o acasalamento, ele morde a nuca da gata – podendo machucar seriamente – para prendê-la na posição. Durante o coito o pênis arranha a vagina, estimulando a produção de hormônios que promovem a ovulação e por isso os gritos.

penis+gato.jpg
pênis felino

Essas mordidas e troca de sangue durante o acasalamento pode ocasionar inúmeras doenças , algumas delas fatais, como a PIF ( peritonite infecciosa felina ), FELV ( Leucemia Felina ), FIV ( Aids Felina ) e outras doenças dermatológicas como sarna e pulgas.

a.jpg

Uma unica gata pode acasalar com diversos machos durante uma unica noite, resultado em filhotes de pais variados em uma ninhada.

2- GESTAÇÃO

A gata em gestação precisa de alimento de alta qualidade para que todos os nutrientes cheguem até os filhotes sem causar danos à mãe e acompanhamento veterinário regular.
A gestação de uma gata dura em torno de 60 dias e elas vão ficando cada vez mais pesadas e sonolentas a medida que se aproxima o nascimento.

Pregnant_cat.png
prenhe e abandonada, infelizmente, uma visão comum 😦

Para gatas abandonadas isso significa a impossibilidade de procurar por fontes de comida distantes e até mesmo defender-se de perigos. Não é raro vermos mamães prenhes com barrigas imensas e esqueleto à mostra, revirando sacos de lixos.

3- PARTO

Gatas são conhecidas por serem excelentes no cuidado com suas crias, mas muita coisa errada também pode acontecer. No caso de gatas muito jovens, algumas delas podem rejeitar os filhotes, deixando-os para morrer depois do nascimento e até mesmo devorar suas crias.

Em gatas que não tiveram a alimentação e acompanhamento veterinário necessários durante a gestação, podem estar muito fracas para conseguirem cuidar, ter leite para todos recém-nascidos e mortes na ninhada também podem ocorrer.

Também há casos em que os filhotes são grandes demais e ficam presos no canal do parto, impossibilitando um nascimento normal. Nestes casos uma cesária é a unica opção, que demandará muito mais cuidados para a mãe – que passou por um processo cirúrgico – e para os filhotes que foram anestesiados.

Não é raro observarmos as gatas arfando durante o parto e chegada de cada filhote.

Os cuidados após o nascimento não podem parar, já que é necessário observar se todas as placentas foram expelidas, se os filhotes estão respirando e mamando e se há algum preso no canal de parto. Hemorragias também podem ocorrer.

Gatas nas ruas procuram tocas e locais seguros para ter seus filhotes, mas não é raro que eles sejam mortos por outros gatos, machos ou fêmeas, para eliminar competição e para que a mãe fique no cio, aceitando um novo macho novamente. Historias que mães ariscas se assustaram e abandonaram a ninhada inteira para trás também não são raridade.

Eu sinceramente não compreendo porque uma pessoa com acesso à informação deixaria sua gata ( ou cadela ) passar por tudo isso se pode ser evitado. Mesmo depois de toda a dedicação das mães, somente 1 filhote de cada ninhada atingirá seu primeiro ano de vida, vitima de acidentes, irresponsabilidade humana, doenças, etc.

A maioria das gatinhas que possuiam um lar são deixadas na rua justamente neste periodo, pelos donos que não castraram e também não querem se responsabilizar pelos filhotes. O grau de crueldade aumenta quando apenas tiram os recem-nascidos de suas mães, abandonando-os em caixas ou sacos plásticos, condenando-os a uma morte por frio e fome.

elainecat1.jpg
mamãe e bebês abandonados em uma caixa

Se engana quem pensa que filhotes que são doados estão livres de um futuro incerto, já que a maioria das pessoas apenas repassa os mesmos, sem nenhuma preocupação maior quanto ao tipo de vida que terão ou se ao menos serão castrados.

Nenhuma fêmea tem em si o desejo humano da maternidade e, na realidade, se uma prenhez puder ser evitada, a qualidade de vida delas se torna muito melhor.

Eu, sinceramente, fico revoltada toda vez que alguém com condições e acesso a informação diz que sua fêmea pariu ou que seu macho está tendo acesso às ruas. Não consigo mais enxergar filhotes como algo bonitinho, só consigo temer por todas as desgraças que podem alcançá-los.

A minha concepção de amor materno é aquele que eu sinto pelo meu gato, castrado, que nunca foi pai de nenhum filhote pelas ruas, morando seguro dentro de casa, assim como para todos os outros animais que passaram pelas minhas mãos.

CONTRA+CASTRA%C3%87%C3%83O.jpg

Se não é possível assegurar uma vida inteira digna para todos, a castração é a opção mais humana.

Categories: Gatos | Deixe um comentário

Ideia para reciclagem e atenção aos peludinhos

Amigos e Amigas,

Olhem que bacana que recebi da amiga Gabriela!
Uma ótima dica repasso a todos vcs!

Idéia para o pessoal da reciclagem e protetores.

Achei no FB e compartilho com vcs…

Gabriela

Grupo Irmão Animal
irmao.jpg

http://irmaoanimal.com/
https://www.facebook.com/irmaoanimal
http://procuramospet.wordpress.com/
http://caespetropolis.wordpress.com/

ღ●๋•°’" RESPEITAR os animais é DEVER de todos … AMÁ-LOS é umPRIVILÉGIO de poucos!!! ღ●๋•°’"

ღ … adote, ajude, divulgue !!!

Categories: Gatos | Deixe um comentário

A GATA SCARLETT, UMA LIÇÃO DE AMOR PARA AS MÃES

Um verdadeiro exemplo de coragem, amor e instinto materno. Se todas as mães fossem como a Scarlett, teríamos um mundo muito melhor, sem abandonos de nenhuma espécie.

A GATA SCARLETT, UMA LIÇÃO DE AMOR PARA AS MÃES

A história da gata Scarlett era comum até do dia 29 de março de 1996. Vivia numa garagem abandonada de um subúrbio de Nova York e alimentava-se de restos de comida que encontrava pelas redondezas. Naquela ocasião ela estava com sua ninhada de cinco filhotes quando às 6 horas iniciou-se um grande incêndio no local. A divisão 175 do corpo de bombeiros foi acionada e logo o incêndio foi debelado. O bombeiro David Giannelli conta que por diversas vezes a gata entrou no local para resgatar seus filhotes e a cada filhote as queimaduras eram ainda piores.

Em 7 de abril do referido ano, o Daily News de Nova York relata o seguinte: "Quando Giannelli encontrou a gata, ela estava prostrada de dor num terreno baldio ali perto, e aquilo lhe cortou o coração. As pálpebras da gata estavam fechadas de tanto que incharam por causa da fumaça. As almofadas das patas apresentavam queimaduras gravíssimas. A cara, as orelhas e as pernas estavam horrivelmente chamuscadas. Giannelli providenciou uma caixa de papelão onde cuidadosamente colocou a gata e os filhotes. Ela nem conseguia abrir os olhos, disse Giannelli. Mas tocou os gatinhos um por um com a pata, contando-os."

Quando chegaram à Liga de Animais North Shore, ela estava morre-não-morre. O relato continuou:
"Deram-lhe medicamentos para combater o choque. Colocaram um tubo intravenoso cheio de antibiótico na heróica felina, e, delicadamente, passaram pomadas antibióticas nas queimaduras. Daí, ela foi colocada numa gaiola com câmara de oxigênio para ajudar a respiração, e todo o pessoal da liga de animais ficou em suspense… Em 48 horas, a heroína já conseguia sentar-se. Seus olhos inchados se abriram e, segundo os veterinários, não tinham sofrido nenhuma lesão".

Para qualquer animal apenas aproximar-se do fogo já seria algo marcante. Imaginem entrar em meio às chamas por cinco vezes e a cada vez mais difícil que a anterior pelo fato das queimaduras e da intensidade do incêndio. Imaginem o ruído do incêndio, o calor sufocante e falta de ar, a fumaça e tudo o mais. Mesmo assim a heróica bichana não parou em nenhum momento enquanto não retirou seus filhotes.

Quando a história foi divulgada pela North Shore o telefone não parava de tocar, pessoas do mundo todo queriam saber do estado da gata e mais de 1500 pessoas ofereciam-se para adotá-la. Scarlett virou um símbolo do amor materno dando uma grande lição em muitas mães modernas que eliminam seus filhos antes de nascer e em outras que os tratam com descuido ou os matam ou abandonam ainda recém nascidos. É a velha história que se repete, os humanos querem ensinar aos animais mas em questão de moral e de amor acabam mesmo é aprendendo.

O amor materno entre os animais, que os homens costumam chamar de instinto não para por ai. Há inúmeros casos em que mães de uma determinada espécie adotam filhotes de uma outra. Há casos incríveis até mesmo entre inimigos naturais. Mostram que os animais tem um sentido de sobrevivência e de proteção muito além da capacidade de entendimento do ser humano. Talvez só num futuro muito distante é que o homem venha descobrir nos animais a verdadeira sabedoria e o verdadeiro amor cada vez mais esquecido pelos humanos.

Leonardo Bezerra

http://www.abpabahia.org.br/artigos/jornal-defesa-dos-animais-a-gata-scarlett-uma-licao-de-amor-para-as-maes-2/

Categories: Gatos | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.